Últimas Publicações

Novo boletim informativo da comunidade virtual de prática da UFSCar (CVP)

A Comunidade Virtual de Prática divulga o boletim nº 2, com informações sobre a migração da hospedagem da Comunidade para a Plataforma Moodle, administrada pela Secretaria Geral de Educação a distância.

Acesse aqui o Boletim.

Planejamento lança aplicativo para consulta de contracheque dos servidores federais – SIGEPE MOBILE

Acessar contracheques dos últimos 12 meses, prévia do mês seguinte e dados cadastrais, de forma prática e ágil, pelo smartphone ou tablet. É isso que oferece o aplicativo Sigepe mobile, lançado nesta quinta-feira (19) pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) durante o Fórum de Gestão de Pessoas. O aplicativo é voltado para 1,4 milhão de servidores, aposentados e pensionistas do Executivo Federal e poderá ser baixado, gratuitamente, para sistemas operacionais Android e IOS a partir de dezembro. A iniciativa faz parte do novo Sistema de Gestão de Pessoas do Governo Federal (Sigepe).

Hoje, o acesso ao contracheque é o serviço mais acessado do Sigepe Servidor. Por mês, são mais de 1 milhão de visualizações. Além dessa funcionalidade, o aplicativo permite que o servidor receba um aviso quando a prévia do contracheque estiver disponível e apresenta gráficos com detalhes sobre rendimentos e descontos.

“O uso de tecnologias móveis é uma tendência mundial. Com o lançamento desse aplicativo, abrimos um novo canal de comunicação com os servidores públicos federais”, ressaltou o secretário de Gestão Pública do MP, Genildo Lins. Em uma segunda etapa, a ser implementada no primeiro semestre de 2016, serão incluídas outras funcionalidades: autorização e verificação de consignações; consulta e agendamento de férias.

Para acessar o aplicativo, o usuário informará o CPF e a mesma senha do portal de Serviços do Servidor do Sigepe. Caso nunca tenha utilizado o site, o primeiro acesso deverá ser efetuado em www.sigepe.gov.br. Em caso de dúvidas, basta clicar no link Dúvidas de Acesso.
O Aplicativo

O Sigepe Mobile oferece aos servidores, aposentados e pensionistas do Executivo Federal uma forma prática e ágil de consulta aos contracheques, por meio de dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Em breve, também estarão disponíveis funcionalidades de consignações e agendamento de férias.

O aplicativo faz parte do novo Sistema de Gestão de Pessoas do Governo Federal (Sigepe) e foi desenvolvido pela Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Segep).

As Funcionalidades

No aplicativo é possível:

– Receber aviso de quando a prévia do contracheque estiver disponível (push) e consultá-la;

– Consultar os contracheques dos últimos meses, de forma simplificada;

– Verificar gráficos detalhados dos rendimentos e descontos;

– Consultar dados cadastrais e funcionais;

– Enviar o contracheque por e-mail;

– Autorizar e verificar consignações (em breve);

– Consultar e agendar férias (em breve).

As vantagens

O Sigepe Mobile coloca na palma da mão dos servidores, aposentados e pensionistas o acesso às informações cadastrais, funcionais e financeiras a qualquer hora e em qualquer lugar!

O servidor receberá um aviso (push) quando a prévia do contracheque estiver disponível para que possa verificar antecipadamente se os lançamentos efetuados estão corretos.

Também será possível visualizar, com mais clareza, os percentuais dos rendimentos e descontos lançados no contracheque, por meio de gráficos.

O Acesso

O aplicativo Sigepe Mobile pode ser baixado (download) nas lojas da App Store ou Google Play.

Para acessar o aplicativo, o usuário informará o CPF e a mesma senha do portal de serviços do servidor do Sigepe.

Caso nunca tenha utilizado o site do Serviços do Servidor do Sigepe, o primeiro acesso deverá ser efetuado em www.sigepe.gov.br. Em caso de dúvidas, basta clicar no link “Dúvidas de Acesso”.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Resultado do concurso fotográfico dos servidores da UFSCar – 2015

VOTAÇÃO REALIZADA PELA COMUNIDADE ATRAVÉS DO SITE (www.concursofotos.ufscar.br)

TÍTULO AUTOR VOTOS
Escolhendo O Caminho Certo Karime Vieira Albuquerque

31

Portal Para Brilhar Karime Vieira Albuquerque

27

Prédio Da Diretoria/Administração Do CCA E Sua Paisagem Alini C. De Carli Demarchi

19

Passarela Da Trilha Da Natureza Da UFSCar Carlos Aparecido Baltieri

19

Bicicleta Solitária Amarilio Ferreira Jr.

17

Paisagem Da Mata Nativa,Trilha Da Natureza UFSCar Carlos Aparecido Baltieri

15

Ciclovia: Apreciando A Paisagem Do CCA Alini C. De Carli Demarchi

13

Lâmina D’água Amarilio Ferreira Jr.

13

Paisagem De Laboratório Estéfano Vizconde Veraszto

12

Paisagem Rural No CCA Estéfano Vizconde Veraszto

12

Chuva De Ipês Denise Balestrero Menezes

11

Compartilhando Espaços Denise Balestrero Menezes

8

Ipê Branco Ao Entardecer Waldeck Schutzer

7

Por Do Sol Na Praça Da Ciência Waldeck Schutzer

4

Primeira Florada No CCET Sheyla Mara Baptista Serra

3

Praça Da Ciência Roberto A. Martins 3

SELEÇÃO DA CURADORIA

CLASSIFICAÇÃO TÍTULO AUTOR

Escolhendo o Caminho Certo Karime Vieira Albuquerque

Praça da Ciência Roberto A. Martins

Paisagem Rural no CCA Estéfano Vizconde Veraszto

Lâmina D’água Amarilio Ferreira Jr.

Portal para Brilhar Karime Vieira Albuquerque

Aprovada Resolução ConsUni sobre progressão/promoção da carreira de magistério superior

Foi aprovada a  Resolução ConsUni 819, que regulamenta a progressão/promoção da carreira de magistério superior.

Desconto das mensalidades em folha de pagamento do SinTUFSCar no SIAPE

A Divisão de Administração de Pessoal (DiAPe) da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (ProGPe) informa que, em razão da falta de recadastramento do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos da Universidade Federal de São Carlos (SinTUFSCar), como consignatária junto ao Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (SIAPE) do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão, os valores das mensalidades que habitualmente são descontadas na Folha de Pagamento deixaram de ocorrer nesta Folha de Agosto/2015. A DiAPe informa ainda que a situação somente retomará a normalidade assim que for concluído o processo de recadastramento do SinTUFSCar junto àquele Órgão.

ANTONIO ROBERTO DE CARVALHO

Diretor DiAPe

Informativo sobre a Comunidade Virtual de Prática das Secretarias Acadêmicas


A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e a equipe voluntária de moderadores da Comunidade Virtual de Prática (CVP) produziram um boletim informativo sobre a CVP. O material apresenta orientações sobre acesso e cadastro no espaço virtual, onde os servidores técnico-administrativos lotados em secretarias acadêmicas de graduação, pós-graduação e departamentos acadêmicos podem se encontrar para trocar ideias e informações, compartilhar experiências e, principalmente, aprender de forma colaborativa. O esforço é um dos resultados do I Fórum Integração UFSCar: Serviços de Secretarias Acadêmicas, que, dentre outras coisas, apontou a necessidade de um espaço para o compartilhamento de experiências e dúvidas sobre as atividades realizadas na Universidade.

Confira aqui o Boletim Informativo.

 

Postado por:
Maria Inez Carpi Migliati
SE/ProGPe

Acesso do comprovante de rendimentos (holerite, aviso de crédito ou contracheques)

Por meio da Portaria nº 73 de 6 de abril de 2015 (http://www.planejamento.gov.br/secretarias/upload/Legislacao/Portarias/2015/150406_port_73.pdf), a Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento do Governo Federal informa que a partir da Folha de Pagamento do mês de Maio/2015 os comprovantes de rendimentos (contracheques ou holerites) dos Servidores Ativos deixarão de ser impressos e enviados pelo Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (SIAPE). A mesma Portaria ainda determina que os Servidores Aposentados e/ou Beneficiários de Pensão não mais receberão seus comprovantes de rendimentos a partir da Folha de Pagamento de Junho/2015. Os comprovantes de rendimentos somente poderão ser acessados por meio de autenticação, por senha individual, no Portal do Servidor (https://servicosdoservidor.planejamento.gov.br). Ainda de acordo com a Portaria, é obrigatória a informação no SIAPE do endereço de correio eletrônico (e-mail) de uso pessoal, o qual será considerado o principal meio de comunicação, para os fins dessa portaria, com os servidores, aposentados e pensionistas. Os servidores ativos, inativos, beneficiários de pensão, ou estagiários que necessitarem cadastrar ou desejarem alterar o e-mail já cadastrado no SIAPE podem realizar esse procedimento por meio do preenchimento do formulário contido na página da ProGPe (http://www2.progpe.ufscar.br/formularios/alteracao-de-endereco/view) que deverá ser entregue na ProGPe, pessoalmente ou via malote.

Com a aprovação do laudo das condições ambientais de trabalho no CCA, revisão dos laudos em toda a UFSCar está praticamente concluída

disst

Equipe da Seção de Segurança no Trabalho da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas. (Crédito: Mariana Pezzo / AECR-UFSCar)

Na última sexta-feira (10/4), o Conselho de Administração (CoAd) apreciou e aprovou olaudo técnico das condições ambientais de trabalho no Centro de Ciências Agrárias (CCA)da UFSCar, produzido pela Divisão de Saúde e Segurança no Trabalho (DiSST) da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (ProGPe). Com isso, está praticamente concluído otrabalho de revisão dos laudos de toda a Universidade iniciado em 2012, a partir de questionamentos do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Controladoria Geral da União (CGU) em relação à concessão de adicionais de insalubridade e periculosidade a servidores lotados em algumas unidades específicas da Instituição. Para a conclusão desse processo, falta agora apenas a aprovação do laudo referente ao Campus Sorocaba, que deve ser submetido ao CoAd em sua próxima reunião, agendada para o mês de junho.

“A revisão dos laudos, além de atender à determinação do TCU, a qual a Universidade estava obrigada a cumprir, oferece os subsídios à elaboração do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais da UFSCar, que já este sendo estruturado. Essa dimensão de prevenção e minimização de riscos precisa ser destacada, uma vez que os adicionais de insalubridade e periculosidade não são benefícios, e sim compensações pela exposição a agentes físicos, químicos e biológicos que podem levar ao adoecimento das pessoas. O que temos de perseguir sempre é que essa exposição seja evitada quando possível e minimizada nos casos em que é inevitável”, ressalta Eduardo Augusto Leite de Paula, Engenheiro de Segurança do Trabalho da Seção de Segurança no Trabalho (SeST) da ProGPe, vinculada à DiSST, e responsável técnico pela elaboração dos laudos. “O esforço empreendido foi imenso. Inicialmente, a partir de levantamento feito junto aos departamentos, elaboramos um cronograma que previa a análise de 246 ambientes. Até o momento, no entanto, foram caracterizados mais de 1.400 ambientes, já que adotamos uma metodologia bastante cuidadosa, que prevê a análise dos vários ambientes que compõem um mesmo laboratório, por exemplo”, complementa de Paula.

O engenheiro conta que, para o futuro, a equipe estabelecerá um planejamento da revisão periódica dos laudos, para que não volte a ser necessário um esforço concentrado como o empreendido neste momento, em que a maior parte dos laudos datavam do início da década de 1990. Além disso, de Paula destaca que, além dessa revisão periódica, é importante que quaisquer modificações nos ambientes já analisados – como, por exemplo, mudanças organizacionais e de organização do espaço físico, bem como aquisições de novos equipamentos ou alterações nas atividades realizadas – sejam comunicadas à SeST.

Adicionais

O Pró-Reitor de Gestão de Pessoas, Mauro Rocha Côrtes, explica que a partir dos novos laudos é iniciado o processo de revisão dos adicionais de insalubridade e periculosidade percebidos pelos servidores individualmente. A revisão leva em consideração, além das condições ambientais descritas nos laudos, a descrição das atividades realizadas, que é feita pelo próprio servidor e atestada pela chefia de sua unidade.

Neste momento, está concluída a análise das situações relativas ao Campus São Carlos, que contava com 464 servidores recebendo adicionais antes da revisão. Em 34,3% dos casos, houve manutenção do adicional recebido anteriormente; 39% passaram de um adicional de 20% para 10%; e 26,7% deixaram de receber adicionais (sendo que, destes, 64,5% recebiam 10% e 35,5% recebiam 20%).

“Estas são duas questões distintas. A elaboração dos laudos é um processo, e as normas que regem a concessão dos adicionais configuram uma outra questão. Nesse sentido, nós continuamos questionando a Orientação Normativa nº 6 do Ministério do Planejamento, que define os conceitos de exposição eventual, habitual e permanente a agentes que podem significar risco, bem como a forma de tratamento da relação entre ambiente de trabalho, atividade principal e tempo de exposição. Isto porque entendemos que a Orientação foi elaborada com base na realidade da iniciativa privada e não contempla as especificidades do setor público e, muito particularmente, a realidade das atividades realizadas nos laboratórios de pesquisa das universidades. Assim, no âmbito do Fórum de Pró-Reitores de Gestão de Pessoas [Forgepe], há duas comissões trabalhando na elaboração de documentos que possam subsidiar a Andifes [Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior] no questionamento junto ao Governo Federal desta e de outras orientações normativas, documentos estes que serão enviados à apreciação das comunidades das universidades federais. Além disso, nós estamos em diálogo com a Procuradoria-Geral Federal, construindo uma pauta de debates sobre esta e outras temáticas”, explica Côrtes.

Fonte: Blog da Reitoria

 

Participação de todos é fundamental na prevenção à dengue

Frente ao grande número de casos de dengue já identificados em vários municípios do Estado de São Paulo – incluindo aqueles que sediam os campi da UFSCar –, as prefeituras universitárias e a Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (ProACE) estão intensificando ações rotineiras que podem evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença, bem como implantando novas ações preventivas.

 

Confira as recomendações para combate à proliferação de criadouros do mosquito transmissor e, também, quais são os principais sintomas da doença, acessando a íntegra da matéria no Blog da Reitoria .

Edital de seleção de fiscais para trabalhar em concurso público/UFSCar

Os servidores interessados em trabalhar como fiscais em concurso público que vierem a acontecer no ano de 2015, deverão se inscrever para a seleção, preenchendo a Ficha inscricao fiscal e entregando na Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, em São Carlos, e nos Campi de Araras e Sorocaba, no Departamento de Gestão de Pessoas, no período de 25/02 a 04/03/2015.

Para saber os critérios de seleção e mais informações, acesse o Edital Seleção Fiscal 2015.